Pe. Gottardo,SJ

A futura igreja da comunidade de Nossa Senhora de Guadalupe (Vasca – Trinta Réis – NT) começa a despontar qual sol matinal que aquece e ilumina. Depois de lutarmos tenazmente para conseguirmos a aprovação do projeto nas várias instâncias (…) a construção segue a todo vapor. Não tem sido fácil!  E, hoje, graças ao empenho diuturno de um pequeno, mas vigoroso grupo de pessoas a obra está ganhando forma, graças a Deus. A Madonna é poderosa e a fé realiza milagres! Alguém afirmou com razão que “a fé em Deus nos faz crer no incrível, ver o invisível e realizar o impossível”. Verdade exigente que se torna palpável quando não temos medo de dar vazão aos “reclames” do Espírito que deseja “fazer novas todas as coisas” (cf. Ap 21,5).

Não vamos dar ouvidos nem confiança às aves agourentas e nem gastar munição com urubus. Sabemos que a luta é renhida e não faltarão obstáculos e provações de toda ordem para levar adiante a grande empreitada. E quem disse que trabalhar pelo Reino é moleza! Só há um modo de passar por este mundo incólume das críticas, das incompreensões e das infâmias: “Não faça nada, não diga nada, não seja nada” (Elbert Hubbard); ou seja, seja uma marmota, um cadáver ambulante e/ou um fóssil que se contenta com velharias/velhacarias do passado. Mas isso não é viver, é ser um peso morto sobre a terra de Deus e um pesadelo para os vivos.

Somos imensamente gratos a todos/as que estão fazendo o milagre acontecer. É o milagre da multiplicação dos pães que vai se reeditando. Nem a Paróquia nem a embrionária comunidade de Guadalupe tem substantivos recursos financeiros para enfrentar o enorme desafio. A Igreja de Deus vive e sobrevive graças às doações e à generosidade do povo de Deus (coletas, festas, doações, etc.). Recursos não caem do céu! Por isso, quanto mais benfeitores e amigo/as cooperarem mais rápida a obra ficará pronta. Todo o investimento até o presente momento tem sido na base do voluntariado, da doação de material e ajuda de muita gente boa. É assim que vamos edificar o novo Templo de Deus, a casa da Madonna de Guadalupe.

Comente