Jean Bunn

Quem passou em frente à igreja matriz de nossa paróquia durante a última semana pode ter se deparado com uma cena inusitada: Um guindaste, estacionado ao lado de uma das torres, fazia a retirada de um pequeno arbusto que resolveu crescer no alto da igreja. A planta intrometida, provavelmente fruto de sementes trazidas pelos pássaros, encontrou na estrutura da matriz um terreno fértil para que pudesse crescer. O fato, embora engraçado, se apresenta no mínimo como profético: se uma planta encontrou na casa de Deus fortaleza e terreno fértil, o que diremos de nós mesmos?

 

Comente