“A humanidade não encontrará a paz enquanto não se voltar, com confiança, para a minha misericórdia”

(Jesus à Santa Faustina)

 

Por Jean Bunn

Nessa quarta-feira (19), ocorreu na Igreja matriz a celebração da misericórdia, em preparação para o Natal de Nosso Senhor. O momento teve seu início as 19h30, após a tradicional missa pela saúde. Se fizeram presentes inúmeros paroquianos que almejavam se aproximar de Deus com o coração contrito para reparar suas misérias. Ao chegarem, os fiéis foram recebidos pelo suave perfume de incenso, que se assemelha à suavidade do julgo de Deus sobre os homens. As luzes da igreja permaneceram apagadas durante parte da celebração, simbolizando as trevas do pecado que impedem o homem de enxergar a Verdade.

Pe. Roberto Gottardo conduziu a celebração, enquanto nossos vigários paroquiais, Pe. Nelson e Pe. Benno, juntamente com os padres Napoleão e Carlos (SCJ), atendiam aqueles que desejassem a confissão auricular.

Toda a celebração foi marcada por intensa meditação sobre o tema da conversão, com leituras e cantos que conduziram à reflexão e ao exame de consciência. Findado este, os fieis acenderam suas velas na coroa do Advento e, aqueles que desejavam puderam então, confessando-se a Deus, receber a absolvição sacramental coletivamente.

Ao término, Pe. Roberto expressou seu desejo de que os presentes tivessem conseguido, com a celebração, caminhar um pouco mais em direção a uma mudança de vida e ao encontro do Cristo que em breve deve nascer em nossos corações. Vem, Senhor Jesus!

Comente