Por Paula Scalvin da Costa

Jovens dos estados do Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina se reuniram no último fim de semana no Colégio Catarinense, em Florianópolis, para o primeiro encontro Magis Sul com o lema “Ser mais consciente, ser magis”, e eu estava lá no meio representando a Paróquia de São Virgílio. O encontro foi embalado pelo Sínodo da Juventude que está acontecendo, em Roma. O papel do Jovem na Igreja, e como sua influência na sociedade é impactante e importante.

Uma das várias dinâmicas feitas entre nós foi a oficina de discussão e o “Protesto”. Lá, fomos divididos em quatro grupos para revermos temas atuais (como o papel da mulher na sociedade, migrantes e violência com jovens). Depois de mais ou menos uma hora de discussão entre as equipes precisávamos preparar um protesto para impactar o grupo maior. Esse momento foi memorável, e pessoalmente, motivador. Todos se envolveram. Gritaram e ouviram. Todos se puseram de pé e exigiam direitos. Foi inspirador.

A mistura de pessoas, de sotaques e pensamentos. Mesclados, formando um mosaico tão bem preparado resultou nesse encontro, com seu objetivo alcançado: Conscientizar. Provocar uma chama entre nós para a mudança. Para não calar. Usar nossa fé em pró ao bem que acreditamos. Alcançar quem não consegue ser alcançado. Ser “contemplativos na ação”. Ver Jesus no outro. Nas coisas. Nas ações alheias e de nós com os mesmo.

Conheci pessoas tão diferentes e, ao mesmo tempo, tão comuns. Conheci um garoto que transbordava amor. Era simples nas palavras, mas rico em carinho. Humilde e resiliente. Outro, era novo, mas sorria como uma criança, o que chegava a contagiar. E isso são só dois exemplos.

Tivemos, em uma das noites, um momento de descontração, e oração logo depois. Cantamos em um karaokê na sala maior, e foi ali que vimos como todas aquelas idades se misturavam ao som das músicas e das vozes desafinadas. Logo após, todos, até mesmo os que estavam quase dormindo, se reuniram na capela, para uma Vigília, entre velas e caminhos…

O Senhor agiu no meio de todos aqueles olhares e aquelas expressões. E hoje, alguns dias depois, só podemos fazer ações para nosso futuro e o alheio, e já sentir saudade dos poucos dias que compartilhamos e os vários sentimentos que guardamos entre nós. Fazendo as coisas com confiança. Com determinação, preservando sua Verdade: Ser mais, ser Magis.

 

Comente