A SANTIDADE GERA AÇÕES LIBERTADORAS: “COLOCA O CINTO E CALÇA TUAS SANDÁLIAS” (At12,8)

Mauro A. Costa

O quarto dia da festa da paróquia ocorreu em clima de solenidade litúrgica. Pois a Igreja celebrava já na noite de sábado a solenidade de São Pedro e São Paulo. Eles são dois grandes apóstolos, mártires, santos, enfim, duas grandes colunas da Igreja. Na semana da festao tema do dia foi A santidade gera ações libertadoras, e o lema foi “Coloca o cinto e calça tuas sandálias (At 12, 8). A celebração eucarística fora presidida pelo Pe. José Nelson, vigário paroquial, e concelebrada pelos padres Nereu, sj (Colégio Catarinense) e Pe. Napoleão, scj (Santuário Santa Paulina). Apesar de não está concelebrando, o Pe. Benno,sj regeu o Coral São Virgílio.

Na acolhida, o Pe. Nelson cumprimentou a todos, a começar pelos sacerdotes presentes, e deu o tom da Celebração: a santidade que todos somos chamados e que podemos vivencia-la. Para tanto citou os três mártires celebrados, São Pedro, São Paulo e São Virgílio – padroeiro da paróquia. Na liturgia da Palavra, especialmente no Evangelho, a assembleia litúrgica meditou sobre o momento em que Jesus pronuncia as palavras que funda a sua Igreja sobre a pessoa de São Pedro, considerado o primeiro Papa. Uma coluna da Igreja que foi mártir do Senhor, uma santidade a ser imitada por todos.

Na homilia, contudo, o Pe. Nelson trouxe para a meditação a vivência da santidade nos pequenos atos do dia a dia de nossa convivência, começando, inclusive, no meio familiar. Não é preciso realizar grandes atos com a finalidade de ser santos para o mundo, o fundamental é trilhar o caminho dessa santidade com quem se encontra perto de nós e que compartilha de nossa vida. Reforçou com justeza o serviço prestado pelas lideranças da paróquia como atos de santidade, quando ele é realizado nos passos do Senhor Jesus.

Como a Celebração contou com a presença de lideranças da paróquia, o sacerdote convidou a todos para que se colocassem à frente do altar afim de conceder aos presentes uma bênção especial, inclusive com a aspersão de água benta. Um momento por demais significativo e reforçado logo em seguida quando o Pe. Benno solicitou às lideranças que se aproximassem da imagem do padroeiro, São Virgílio, enquanto era entoado o canto em homenagem a esse que se tornou mártir em defesa da verdadeira fé.

Após a celebração, o povo se dirigiu ao Salão Paroquial para os festejos populares. Nessa noite o atrativo foi a presença de um a Banda Católica Ministério Amor Divino, que atendeu a um pedido da juventude católica de Nova Trento. Com cantos animados, letras pautadas pela fé católica, a banda católica não apenas animou, mas evangelizou. Afinal, nem todos que estavam na festa participam da vida da Igreja. Uma novidade boa na festa!

E assim foi o quarto dia da festa da paróquia! Que tudo seja realizado para a maior glória de Deus em benefício do Povo de fé!

 

Comente