Seminarista Bruno

Na Igreja a autoridade é serviço. Somos Igreja do serviço ao Reino de Deus que se revela na caridade.   Assim, a Igreja não pode viver visando à própria grandeza; ela existe para servir e para evangelizar, na humildade. É o grande ensinamento da liturgia do 25° Domingo do Tempo Comum.

A comunidade do Santo Anjo da Guarda – Indaiá, celebrou no último fim de semana o Padroeiro bem como os festejos. No sábado (22) o Padre Paulo Stippe Schmitt, formador da etapa do discipulado (filosofia) do Seminário Metropolitano Nossa Senhora de Lourdes (Azambuja) presidiu a missa, às 19h30. Refletiu sobre a importância do servo justo que segue o caminho do Senhor e no Anjo da Guarda que foi enviado para guardar, governar e iluminar a missão de quem é enviado.

No domingo (23) a missa festiva foi presidida pelo Padre José Nelson Knobb, SJ, vigário paroquial.  Contou com a presença dos festeiros e notável participação dos jovens da comunidade, tanto na ajuda da liturgia como nos festejos. Na homilia o celebrante lembrou que Jesus, o servo manso e humilde de coração, tinha coração de criança; mesmo sendo Mestre e Senhor sempre esteve no meio das ovelhas como aquele que serve, chegando ao cume da exigência do amor doando a sua vida pela redenção dos pecadores. Desta forma, incita a cada um de nós, também a nos doarmos com o amor no serviço ao próximo, acolhendo-o e ajudando-o em suas necessidades e limitações.

Sendo assim, Jesus por ter escolhido ser o último e se tornar servidor de todos, é o senhor do mundo e dos homens; e, com esta mesma animação, todos os que estavam presentes, cravaram um novo propósito em suas vidas que, se resume no serviço gratuito e generoso.

Parabéns pela bela festa! Tudo foi planejado e executado com muito amor e competência. A comunidade do Santo Anjo sempre se superando e esbanjando alegria!

Comente