Por Jean Bunn

Neste sábado (27), com o apoio de paroquianos e de lideranças locais, pudemos colocar em prática um ansiado projeto missionário na comunidade de Santo Antonin, Ponta Fina Norte. O evento se iniciou por volta das 8h, com todos os missionários muito bem recebidos pelo CPC da comunidade para um delicioso café.  Após o abençoado momento de confraternização, o envio foi realizado por nosso pároco, pe. Roberto Gottardo, SJ, que se encarregou especialmente dos casos mais árduos e dolorosos.

Os missionários então, divididos em duplas, visitaram as casas da comunidade, onde meditaram o Evangelho, oraram e ouviram as demandas de cada família. É válido destacar a presença do jovem Karlo, que com apenas 11 anos dedicou-se o dia inteiro para ajudar nas visitas às casas.

(Padre Roberto em visita às casas)

Ao meio-dia, os missionários se reencontraram no salão do oratório, onde descansaram e almoçaram. A comida, especialmente elogiada por todos, foi feita com muito esmero por pessoas dedicadas da comunidade que atuaram nos bastidores do evento. Durante o descanso, todos os presentes foram brindados com o talento dos jovens Wesley e Karlo, artistas na arte do acordeón, que nos animaram com músicas festivas.

Findado o almoço, prosseguiu-se com o trabalho nas casas. As 18h30 houve a missa de encerramento na comunidade, presidida pelo padre Roberto. Durante a reflexão da homilia, ele relacionou o evangelho do dia, onde o cego pede a Jesus: “Mestre, que eu veja!” (cf. Mc 10,51) com nossas demandas, onde muitas vezes queremos que Jesus faça-se de empregado de nossas vontades mesquinhas.

Ao final, todos, sejam eles os missionários ou as famílias que os receberam, puderam contemplar um pouco mais do Espírito do Evangelho, que tira as escamas de nossos olhos e nos faz ver as situações que se passam ao nosso redor. Oremos para que, assim como o cego, possam ouvir de Cristo: “Vai, a tua fé te curou” (Cf. Mc 10,52).

(Um pastor com cheiro de ovelha)

E se você quiser ler o artigo completo e conhecer todas as fotos do evento, acesse aqui.

Comente