Por Evaldo Viana

Na última sexta-feira (17), no contexto da Semana da Família, aconteceu no Salão Paroquial, das 20 às 22h, palestra sobre o controvertido tema Ideologia de Gênero e Educação dos Filhos, com o palestrante Pe. Fernando Gonçalves da Diocese de Joinville.

No primeiro momento o palestrante abordou a formação do homem e da mulher, quando Deus ao criar Homem e Mulher, disse: “Façamos o homem segundo a nossa Imagem” (cf. Gn 1,27). Mais: “Sede fecundos, crescei e multiplicai-vos, enchei e dominai a terra” (cf. Gn 1,28). A fecundidade do amor conjugal não se reduz apenas à procriação dos filhos. Deve também estender-se à sua educação moral e à sua formação espiritual.

Ter uma Família é ser possuidor de um baú grande e repleto de joias preciosas, afinal é na família que está o mais precioso dom dado por Deus: a vida. Quanto mais formos Família, ou seja, quanto mais vivermos o amor em seu sentido pleno, mais podemos entender o projeto de Deus para este mundo. Trata-se de um tesouro imensurável, não há dinheiro que possa comprá-lo. Ao concluir a obra da criação “Deus contemplou toda a sua obra, e viu que tudo era muito bom” (cf. Gn 1,31).

Na sequência Pe. Fernando falou do perigo da ausência dos pais na educação dos filhos; isto abre brechas para que ideologias e mentalidades mundanas ocupem o espaço da família. Devemos ficar atentos! Nossos filhos estão à mercê de cartilhas que ferem de morte o conceito de Família como também do ser humano. Não sejamos ingênuos! A tal da Ideologia de gênero procura esfarelar a ideia de família tradicional.

“A Família é o ‘Sim’ do Deus Amor. Somente a partir do amor a família pode manifestar, propagar e regenerar o amor de Deus no mundo. Sem o amor não podemos viver como Filhos de Deus, nem como cônjuges, pais e filhos” (Papa Francisco). A família sonhada pelo Papa Francisco pode se tornar realidade se não deixarmos de lado as exigências intransferíveis, tais como o diálogo, o perdão, a partilha e o respeito.

Sagrada Família de Nazaré, abençoa, protege e cuida de todas as nossas famílias, para que vivam em paz e em harmonia no seu dia a dia. O desafio é imenso!

 

Comente