Por Evaldo Viana

Ontem (16) a Pastoral Familiar esteve visitando São Valentim com o objetivo refletir com a comunidade sobre a realidade das nossas famílias, hoje.

Coube ao casal Maria do Carmo e Ulisses Sgrot a reponsabilidade da reflexão sobre o tema, à luz da passagem do evangelho de Lucas 2,48-50. “‘Meu filho, por que agiste assim conosco? Olha que teu pai e eu, aflitos, te procurávamos’. Ele respondeu: ‘Por que me procuráveis? Não sabíeis que devo estar na casa de meu Pai’”? Também deram testemunho da vida pessoal e da dinâmica do perdão em vivido em casa.

Na sequência os agentes da PF Arlete e Evaldo (Coordenadores da PF) falaram da importância do casal se amar, conversar, partilhar e jamais esquecer da oração pessoa e em família.

Os filhos precisam de pais que se amam e de pais que o amam de verdade. Pe. Chargono nos diz: “A vinda dos filhos devem fazer que os pais se amam mais”.  Enfim, a família deve acolher e mostrar o amor de Deus, como o fizera José, Maria e Jesus.

Fomos bem acolhidos pela comunidade de São Valentim. O sentimento é de alegria e de gratidão pela oportunidade de estarmos ali para motivá-los ainda mais a viverem a vida em família segundo o projeto de Deus.

O encontro foi concluído com fala e benção ministrada pelo Pe. Nelson Knob.

 

Comente