Por Rosimar Franzoi Darossi

 

Ser Movimento de Irmãos também necessita de momentos dedicados ao casal. Cientes desta necessidade nos dias 09 e 10 de junho, foi reservado este tempo para os casais fortalecerem sua fé e observarem de que maneira estão vivendo. O foco deste reencontro que aconteceu na Comunidade Bethânia, em São João Batista, foi a convivência em família. O palestrante Saymon Alves Meyer usou passagens bíblicas para ilustrar a reflexão estabelecendo confrontos com os dias de hoje. Conseguiu tocar o coração dos casais com momentos únicos de espiritualidade e fez com que a presença do Espírito Santo estivesse muita viva nestes dois dias.

Com certeza os casais tiveram a oportunidade de renascer neste reencontro e voltaram para casa fortalecidos e conscientes que a família tem que estar sempre unida, que os filhos precisam do exemplos dos pais, que todos devem caminhar lado a lado e com Jesus Cristo;Aquele que não teve medo de dar sua vida por nós. O tempo de fazê-lo se chama HOJE, pois não sabemos quanto tempo temos para viver.

O significado do reencontro foi explicitado no depoimento de uma encontrista: “O reencontro foi emocionante e falo como mãe, esposa e mulher. Fez-me refletirsobre algumas atitudes que, como afirmou o palestrante, acabam caindo na rotina e na normalidade e deixamos, às vezes, que aquilo que é prioridade fique em segundo plano, como família, filhos e esposo. Sei que compreender e escrever aqui o que precisamos é a parte fácil, mas entendo que será uma vigília diária e persistente que terei que vencer todos os dias”.

Todas as palestras focaram o amor como cimento da união do casal e da família. Temos que levar a sério, pois, nossa vocação não é um momento e sim uma vida. A semente plantada crescerá e dará frutos. Nossos exemplos serão espelho para nossos filhos. Amar todos os dias, mas como diz a música “Amar hoje, pois não sabemos o dia de amanhã”.

 

Comente